Bela Atitude:

Cabeleireira fabrica e doa máscaras para quem precisa.

Sem poder trabalhar durante o período de isolamento social por causa do novo coronavírus, a cabeleireira Adriana Rodrigues resolveu dedicar o tempo livre para fabricar e doar máscaras para quem precisa em Jataí, no sudoeste de Goiás.

“A ideia foi de ir comprar uma máscara para o meu uso pessoal e, chegando no estabelecimento, achei o preço um pouco abusivo e aí me veio na cabeça assim: por que não ajudar uma pessoa que não tem condições”, conta.

No local ela comprou os materiais necessários e começou a produzir as máscaras caseiras. Depois de muitas pessoas desprotegidas nas filas de agências bancárias, Adriana decidiu distribuir as máscaras para a população nesses pontos.

A boa ação já se tornou rotina para a cabeleireira. Todos os dias quando as agências abrem, às 10h, Adriana vai até as agências distribuir as máscaras que ela mesma produziu para quem está nas filas. Em uma das idas, as 60 unidades que ela levou acabaram em poucos minutos.
Adilson Roberto da Silva foi um dos moradores que recebeu a doação de Adriana. Ele conta que está desempregado e não tem dinheiro para comprar uma máscara. Agora, ele já se sente mais protegido com o item recebido.

“Cada um fazendo a sua parte, usar a máscara, álcool em gel, cuidar de lavar as mãos direito, e vamos tocando para frente”, comenta.

Um dos clientes na fila de uma agência bancária elogiou a iniciativa da cabeleireira. "É bom, porque tem muita gente boa ainda, que você vê que ainda tem gente de coração. Acho um grande exemplo, precisa de mais pessoas assim".

Adriana conta que vai continuar fabricando as máscaras. "Eu vou fazer a minha parte, porque ainda existem várias pessoas que não têm condições de comprar", afirma.

(Fonte: G1)