Redemoinho:

Parte do telhado de escola pública fica destruído.

Um redemoinho destruiu parte do telhado da Escola Municipal Professor Clóvis Leão de Almeida, em Rio Verde, região sudoeste de Goiás. O vento derrubou telhas, que atingiram e feriram dois alunos do 6º ano do ensino fundamental. Imagens feita por funcionários mostram como ficou a sala após o vendaval (veja acima).

Em nota divulgada em seu site, a Prefeitura de Rio Verde informou que a equipe da Secretaria de Educação prestou apoio a estudantes e professores, que já trabalha para recuperar a estrutura e que as aulas estão ocorrendo normalmente (leia a íntegra ao final do texto).

O fato ocorreu na tarde de segunda-feira (12). Na sala havia cerca de 35 alunos, com idades entre 10 e 13 anos, quando incidente ocorreu. Segundo a diretora do colégio, Emildes de Lima Silva, dois alunos foram levados ao hospital, mas já tiveram alta.

"Tivemos dois alunos levemente feridos, uma menina, algo caiu na cabeça dela, mas fez tomografia e graças a Deus está tudo bem. E um menino que uma telha caiu e bateu no braço e na perna, mas também foi só uma luxação e está tudo ok", informou.
Ela explica que todos ficaram assustados com o que ocorreu e que houve uma correria para ajudar as crianças.

"Foi um susto. Todo mundo correu para amparar as crianças, para ver o que tinha acontecido e dar o respaldo necessário", pondera.

Nota da Prefeitura de Rio Verde:

Comunicado - Sobre incidente na EMEF Prof. Clóvis Leão de Almeida

A Secretaria de Educação esclarece que um redemoinho muito forte no início da tarde de segunda-feira,12, causou estragos no telhado de uma sala na EMEF Clóvis Leão de Almeida.

É importante ressaltar que a equipe da Secretaria de Educação deu todo o respaldo aos estudantes, familiares e professores da unidade escolar. O Corpo de Bombeiros fez a inspeção dentro da sala e foi constatado que infraestrutura não apresentava nenhum perigo às crianças. Foi um incidente, redemoinho muito forte, gerado pelas condições climáticas. A rajada entrou pela janela da sala, danificando o forro e quebrando algumas telhas.

A sala de aula tem estrutura metálica no telhado. A equipe de Infraestrutura da Educação já começou a fazer toda a parte de recuperação do telhado e forro. As aulas acontecem normalmente no dia de hoje.

(Fonte: G1)