Em Rio Verde:

Onze pessoas detidas, drogas, dinheiro, armas de fogo, e objetos roubados foram apreendidos.

De acordo informações divulgadas pela Assessoria de Imprensa 8ª DRP, na madrugada desta terça-feira (19) foi deflagrada em Rio Verde mais uma Operação Rio Verde Mais Segura.

A operação contou com um grande efetivo policial e foi realizada pelas policias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Prefeitura Municipal através do GGIM – Gabinete de Gestão Integrada Municipal.

Segundo a Delegada Regional Taisa Antonello a operação teve como foco, o combate ao tráfico de drogas, recuperação de objetos furtados ou roubados, e apreensões de armas. “Quando se combate o tráfico de drogas consequentemente crimes como receptação, posse de arma e tantos outros, também são desvendados”. Disse a delegada.

Ainda segundo a delegada, a operação teve um resultado satisfatório graças ao trabalho investigativo realizado por policiais civis com informações repassadas pela Polícia Militar. Foram identificados 20 endereços nos quais havia a fundada suspeita do tráfico e uso de drogas.

A par de tais informações, mediante autorização judicial, foi dado cumprimento a 20 mandados de busca e apreensão. Foram aprendidas três armas de fogo, cinco balanças de precisão, R$ 17.781,00 (em espécie).

No total de 11 pessoas foram detidas e conduzidas à delegacia, cinco delas foram presas em flagrantes e outras três autuadas através de – TCO – Termo Circunstanciado de Ocorrência.

Foram aprendidos quatro quilos de Skank (maconha mais concentrada), dois quilos de maconha, dois quilos de cocaína, vinte e oito comprimidos de esctasy, quinhentos gramas de crack, aparelhos de tv,s sem procedência, celulares roubados, vários frascos de substâncias químicas utilizadas para aumentar ou potencializar o efeito de entorpecentes e vários outros objetos.

A maior quantidade de drogas foi aprendida em uma residência onde funcionava uma espécie de laboratório para produção de drogas localizada no Bairro Santa Cruz. Maycon Douglas Vieira Araújo, Antônio Cássio Borges dos Santos, e Erica Araújo de Sousa, responsáveis pelos entorpecentes foram presos.

(Fonte: Plantão JTI)