FOI ATRAÇÃO DE NOVELA GLOBAL:

Furtado em fazenda de Goiás, boi Diamante foi morto por ladrões

Parte da carne do animal foi consumida pelos bandidos e o restante, vendido. Donos, que criavam Diamante como um bicho de estimação, lamentam, pois garantem que já conheciam o acusado

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou dois homens suspeitos de terem furtado o boi Diamante de uma chácara no Setor Oeste do Gama, em 5 de março. O animal, que ficou conhecido após participar de uma novela, era criado por Adelino Barbosa como um bicho de estimação.  Os acusados são antigos conhecidos do dono da fazenda, que lamentou o desfecho da história.

Filho de seu Adelino, Adriano Roberto Pinto Barbosa, 34 anos, se revoltou com a notícia. Ele contou que os suspeitos, que teriam confessado o crime, são as mesmas pessoas que já roubaram outros dois animais de sua fazenda. Na ocasião, a dupla também abateu os alvos do furto. “É muita injustiça e gera uma revolta muito grande. O boi Diamante ia fazer 7 anos e estava conosco desde os 5. A gente já sabia quem era desde o início”, reclamou.

Adriano contou que o principal suspeito é o filho de um homem que mora nos fundos da chácara da família. “Agora a polícia vai fazer o quê? Preso eu sei que ele não vai ficar. E a gente ainda precisa ficar passando ao lado dessa pessoa, sem poder fazer nada”, lamentou.

De acordo com as investigações, parte da carne do animal foi vendida e a outra, consumida pelos próprios envolvidos. Após identificados, eles levaram os policiais até o local do abate. Lá, foi localizada a ossada do boi. “Um dos autores alegou que a motivação do crime foi uma dívida que Adelino teria com ele”, informou o delegado responsável pelo caso, Francisco da Silva.

Entretanto, a família de Adelino garante não saber do que se trata. “Dívida de quê? Eu te pergunto. Tentaram até invadir um pedaço de terra”, alegou.

Adriano se preparava para ir à delegacia ainda na noite desta segunda-feira, na intenção de obter mais detalhes do caso. Seu Adelino, no entanto, ainda não sabia do que tinha acontecido com o boi. “Isso é uma tamanha covardia”, emocionou-se o jovem. O caso está sendo conduzido pela 20ª Delegacia de Polícia (Gama). Os envolvidos vão responder em liberdade pelo crime de furto de animal.  (Fonte: Plantão JTI)