Em Rio Verde:

Caminhoneiro é preso pela segunda vez por dirigir embriagado.

  Um caminhoneiro de 46 anos foi preso pela segunda vez suspeito de dirigir bêbado. Ele foi detido na BR-060, em Rio Verde, no sudeste de Goiás, após se envolver em um acidente com um carro de passeio e fugir do local. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ele atingiu o maior teor alcoólico em estradas federais no estado este ano: 1,35 miligramas de álcool por litro de ar expelido.
  O homem contou à polícia que bebeu algumas doses de conhaque na cidade antes de dirigir. “Ele chegou a bater em um outro veículo e fugiu. Testemunhas anotaram a placa e repassaram à polícia. Quando ele passou pela barreira policial, foi parado e reprovado no teste do bafômetro”, disse o inspetor Newton Morais.
  O maior índice registrado anteriormente neste ano em bafômetro era de 1,15 mg/L. Quando o índice é superior a 0,34 ml/L, o motorista pode responder por crime de embriaguez ao volante.
  “Em setembro do ano passado ele foi preso no Rio Grande do Sul, também por embriaguez ao volante. Na ocasião ele chegou a ter a carteira apreendida e foi multado em quase R$ 3 mil. Agora, esse valor vai dobrar e ele também vai ter a documentação retida”, completou Morais.
  Ele foi levado para a delegacia da cidade. Foi arbitrada uma fiança no valor de R$ 5 mil, mas o valor não foi pago.
 
(Fonte: G1)